Prémio

EscOlar

AEPC2019

enviado a | 07.06.2019

EB2,3 Júlio Brandão

Equipa: Sempre Unidos pelo Património

o diário do nosso património

Descrição

O interesse em participar no prémio escolar 2019 deve-se ao facto dos alunos Gabriel Araújo, Letícia Macedo, Maria Carvalho e Miguel Silva do 7º12 do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco estarem sensibilizados para as questões do Património Cultural. No ano letivo transato, os alunos do Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco desenvolveram um projeto etwinning: “Culture Street N01” em que abordaram o património local e europeu, trabalhando com diversas escolas europeias. Quando souberam do concurso mostraram-se disponíveis e bastante motivados para arrancar com mais um desafio a favor do Património Cultural. Trabalhámos em contexto de atividade extracurricular à segunda segunda feira, à tarde, na escola, para pesquisar e juntos colaborármos para a concretização do projeto, que pretendemos difundir na Biblioteca da nossa escola, no próximo ano letivo. “Diário do Nosso Património” é um projeto, que continuará no próximo ano letivo. A nossa ideia é entregar o diário, na Biblioteca da nossa escola e os alunos terem a possibilidade de requisitá-lo e fazer uma ilustração do património local ou europeu. Desta forma estaremos a contribuir para um desígnio nacional e europeu permanente, uma herança que a comunidade protege e transmite às gerações futuras como fator de enriquecimento e coesão. Como cidadãos ativos, todos somos chamados a preservar e valorizar, daí que o nosso principal objetivo seja dar a conhecer o nosso Património edificado e salvaguardá-lo. Em Vila Nova de Famalicão, temos diversos edifícios que estão classificados pela Direção Geral do Património Cultural. Os alunos quiseram identificá-los e valorizá-los através de ilustrações. Ao mesmo tempo, pesquisaram outros países europeus e ilustraram alguns monumentos sobejamente reconhecidos.

Como cidadãos ativos pretendemos, mais uma vez, contribuir para a proteção do Património em que todos estamos incluídos através de responsabilidades partilhadas e compromissos tangíveis.

Acreditamos que o impacto do nosso trabalho é grande porque é assente nos pilares da UNESCO: aprender a ser, aprender a conhecer; aprender a fazer e aprender a viver juntos.



património nacional

património europeu